Ligue: (62) 3095-(Ver Telefone)
Ligue: (62) 3095-7171
Share on FacebookGoogle+Tweet about this on Twitter
imagem

Como começar uma introdução

Afinal de contas… Como começar uma introdução e porque é tão difícil?

Você olha para a tela do seu computador e o cursor fica piscando enquanto espera pacientemente que você escreva algo. A primeira frase vem. Você a lê 2, 3 vezes… Torce o nariz e apaga.

Nada que você escreve parece dar certo ou fazer sentido. De pouco em pouco, vai dando um nervoso. A impaciência cresce e a irritação toma conta. “Água!” Você pensa enquanto se levanta. Caminha pela casa, enrolando para voltar ao trabalho.

Até que você se senta novamente, encara a tela em branco, esfrega o rosto em um sinal claro de frustração.

Essa é uma dor que todo produtor de conteúdo passa. Tem dias que a inspiração vem e as palavras simplesmente saem com a maior naturalidade do mundo. Mas, em boa parte das vezes, a gente não sabe nem por onde começar. Isso acontece com livros, roteiros de vídeos, roteiros de palestras, legendas de posts…

Como começar uma introdução - Introdução

O fato é: existem técnicas para facilitar esse começo e escrever uma introdução tão boa que todo o resto do texto simplesmente flui. E, como você já deve ter adivinhado, é exatamente isso que você vai descobrir neste artigo.

O improviso nunca te levará à excelência

Antes de começarmos, eu me sinto no dever de te alertar para algo muito sério.

Muitos palestrantes iniciantes são tentados a falar no improviso. “Na hora eu me viro”, “O que pode dar errado”, “É só uma apresentação pequena”.

É natural pensar essas coisas, especialmente se você está começando agora.

Contudo, não existe nenhum profissional que seja excelente naquilo que faz por meio do improviso. Até os atores que fazem shows de improvisação não trabalham com improviso.

É isso mesmo! Atores profissionais realizam exercícios de improvisação constantemente! Especialmente quando o assunto é teatro.

O que para nós parece ser uma situação inusitada, para eles já foi treinado tantas vezes que chega a ser natural. Isso é tão interessante que hoje já existem até turnês nacionais de shows de “improvisação”.

A verdade é que, para fazer qualquer coisa com excelência, é necessário dedicar muito preparo a isso.

E ainda tem um detalhe: é justamente o início que vai ser decisivo para as pessoas decidirem se querem ou não acompanhar seu conteúdo.

Olha o tamanho dessa responsabilidade!

Como começar uma introdução - Improvisação

Então, se você quer que as pessoas se interessem por aquilo que você tem a dizer, dedique o máximo que você puder a criar, polir e aperfeiçoar sua introdução.

3 formas de como começar uma introdução:

Existem alguns segredinhos que vão te ajudar a escrever introduções impossíveis de serem ignoradas de um jeito super simples:

1. Histórias que conectam

De todas as técnicas para produzir conteúdos, uma das minhas favoritas é o storytelling. Isso porque ele tem um poder imenso de gerar conexão com o público.

Se você voltar ao início deste artigo, vai perceber que foi assim que essa introdução foi feita (e se você chegou até aqui, ela claramente deu certo!)

Essas histórias, geralmente, vão seguir a seguinte estrutura:

  • Quando foi?
  • Onde foi?
  • O que aconteceu?
  • Qual o resultado do incidente?
  • Chamada para ação

Como começar uma introdução - Historias que conectam

E para responder a tudo isso, às vezes tudo o que você precisa é de uma frase:

“Por ter crescido com gatos e cães, acabei me acostumando com sons de arranhões na porta enquanto eu dormia. Agora que moro sozinho, isso é mais perturbador.”

Ah! Os seus personagens também são muito importantes. Neste sentido, sua história pode ser sua própria experiência ou pode ser algo inventado, no formato de analogia.

O começo deste texto foi baseado na minha experiência, porém escrito como uma analogia projetando o sentimento em você, que está lendo. Isso foi possível porque, como tenho muitos alunos que passam por isso, já descobri que esta é uma situação bem comum para quem escreve conteúdos.

Minha sugestão é que você comece falando daquilo que você já viveu, porque você já tem toda a estrutura definida na mente – tudo o que falta é contextualizar com o tema do seu conteúdo.

2. Frases de impacto

Outra forma bastante usual de iniciar uma introdução é com uma frase de impacto. Pode ser algo que você sempre diz, uma citação, um ditado popular…

Caso não se lembre de alguma frase que faça sentido com a sua mensagem, abra o Instagram e pesquise pelas #sucesso #motivação #superação.

Como começar uma introdução - Frases de impacto

Outra opção é utilizar o Google e pesquisar “frases de impacto” seguido do tema sobre o qual você quer falar.

Vão aparecer milhares de resultados que, no mínimo, vão servir de inspiração para você criar sua própria introdução.

3. Você conhece o poder das perguntas?

Perguntas são uma ferramenta maravilhosa para prender a atenção do público, fazer suspense e instigar a curiosidade.

Olha só alguns modelos que você pode utilizar com naturalidade:

  • Você sabia que…?
  • Você já parou para pensar em…?
  • O que aconteceria se…?
  • E se…?
  • Será que…?
  • Por que…?
  • Como…?
  • Alguma vez você já passou por isso?
  • Quando foi que…?

As etapas para fazer um conteúdo viral

Uma introdução forte é fundamental para o sucesso do seu conteúdo. Porém, um conteúdo viral é aquele que causa impacto do início ao fim. Para isso, existem algumas etapas que você pode seguir e que vão simplificar bastante esse processo, e ainda vão multiplicar os seus resultados.

  1. O primeiro passo de todos é perguntar à sua audiência o que ela precisa/quer. Você pode fazer isso por meio de uma enquete nos seus stories ou no seu YouTube, em um e-mail pedindo feedbacks, ou então fazer uma pesquisa no Google e descobrir quais são os assuntos mais falados do momento que estão relacionados ao conteúdo que você já produz. Isso significa que você vai comentar todas as polêmicas que estão acontecendo? Claro que não! Esse passo é apenas uma forma de você coletar ideias sobre o que você vai falar. Até porque, não tem como você fazer uma boa introdução sem ter um tema primeiro.
  2. Falando em tema, é justamente esse o segundo passo para você produzir seu conteúdo: escolher o assunto do qual você vai falar. Lembre-se de que é um tema só. Nada de ficar divagando sobre coisas que não têm nada a ver com o objetivo do seu conteúdo.Como começar uma introdução - Tópicos
  3. Depois que você definir sobre o que você vai falar, faça uma lista com os principais tópicos que são relevantes para o seu vídeo ou palestra. Esse passo vai clarear demais a sua mente e facilitar o processo de escrever sua introdução.
  4. Por fim, tudo o que você vai precisar fazer é conectar esses tópicos e pronto!

Uma das aulas da MasterClass Palestrante Memorável é justamente o Mapa do Palestrante Memorável, com as principais técnicas da persuasão capazes de te tornar os seus conteúdos irresistíveis para o seu público. Clique no banner e saiba mais:

Como começar uma introdução - Palestrante Memorável

Fale com consultor