Você conhece pessoas com grandes ideias mas que nunca conseguiram realizá-las? Ou se isso acontece justamente com você, saiba que a solução pode ser mais simples do que imagina. O Método SMART é uma excelente alternativa para fazer um bom planejamento baseado em metas. Desse modo, elas podem te ajudar a  finalmente tirar os projetos da gaveta e torná-los realidade.

Método SMART

Antes de elaborar o seu projeto, é importante fazer uma distinção entre metas e objetivo.

Por um lado, o objetivo é o alvo a se alcançar. Você definirá as metas com os passos a serem dados até atingir o esse objetivo. Portanto, a ideia é dividir para conquistar.

Desse modo, a exemplo do personagem mitológico Ulisses (ou Odisseu), que apesar de não possuir superpoderes como os deuses do Olimpo, se tornou célebre por ser um exímio estrategista. Você também pode utilizar um planejamento inteligente como vantagem competitiva para superar adversários e vencer desafios que podem parecer intransponíveis aos meros mortais.

Método SMART

Peter Drucker, considerado o pai da Administração Moderna, criou o método “SMART”, que significa “inteligente” em inglês. Além disso, esse termo conta com o acrônimo de 5 palavras da língua inglesa que resumem as características cruciais que devem estar em uma meta S.M.A.R.T:

  • “S”: de especific (específica);
  • “M” de mensurable (mensurável),
  • “A” de attainable (atingível/alcançável);
  • “R” de relevant (relevante);
  • “T” de time based (baseada em tempo).

Portanto, ao elaborar uma meta SMART, ela deve ser específica, mensurável, atingível, relevante e ter um prazo definido para a sua execução.

Como usar a ferramenta SMART

A importância do planejamento eficaz fica evidente ao analisarmos a pesquisa realizada pelo Sebrae-SP em 2014 em empresas no Estado de São Paulo com o objetivo de identificar os fatores que contribuem para as chances de sucesso das empresas paulistas.

Este estudo apontou que as falhas no planejamento constituem-se um dos principais fatores de causa mortis de empresas nos 5 primeiros anos de vida, além das características indesejáveis no comportamento do empreendedor e o tipo de gestão empresarial aplicado.

Para analisar a aplicação do método SMART, vamos tratar de um objetivo pessoal, como por exemplo, planejar uma viagem de férias com a família.

Definir apenas que deseja ir à praia, pode significar apenas uma ideia vaga, que pode acabar sendo esquecida em alguma “gaveta” em seu cérebro.

Então, após pesquisar a relação custo/benefício, dentre outros fatores, você definiu planejar sua viagem para conhecer as praias de Guarapari/ES, a minha cidade natal.

Nesse caso, pode definir uma meta para suas merecidas férias da seguinte forma: comprar 4 passagens aéreas de ida e volta para Guarapari, para a data 05 de agosto de 2021, até o dia 12 de outubro de 2020. Vamos analisar a seguir se essa é uma meta SMART.

“S”- Específica

O primeiro passo é elaborar uma meta específica.

Isso fará com que você tenha um alvo definido para trabalhar, eliminando a possibilidade de perder o foco e ainda te dá a possibilidade de saber a todo momento a direção a seguir, caso contrário, assim como destaca Sêneca:

“Se um homem não sabe para que porto se dirige, qualquer vento lhe é favorável”.

No nosso exemplo, definimos o objetivo de comprar um número determinado de passagens, de transporte aéreo, para a cidade de Guarapari, incluindo a definição das datas de ida e de retorno.

Método SMART

 “M” – Mensurável

A seguir é importante estabelecer no teor da meta que seja mensurável.  Até mesmo porque o que não se mede, não pode ser gerenciado, como ensina Peter Drucker.

Verificar se a meta foi cumprida ou não, ou ainda o quanto já foi cumprido e o que ainda falta a ser realizado é portanto outro fator que ajudará a você no gerenciamento de suas metas.

A meta estabelecida em nosso exemplo pode ser verificada em relação à aquisição dos bilhetes de viagem: foram comprados ou não? Afinal, não existe “meia compra”.

Neste caso, poderia ainda ser criada um checklist para verificar como está o processo da aquisição das passagens como: fazer orçamento, definir a companhia aérea, e comprar as passagens.

Método SMART z

“A” – Atingível

Em terceiro lugar, é preciso é estabelecer uma meta que realmente seja atingível.

Pode parecer óbvio, mas as coisas simples muitas vezes são difíceis de serem enxergadas.

Estabelecer metas inatingíveis significa em outras palavras destinar um projeto ao fracasso. A intenção é justamente a de dividir a execução em passos de modo realista, alcançável.

Comprar passagens para Guarapari é possível? Sim. Inatingível seria estabelecer comprar passagens para a Lua, ou para Marte (pelo menos até esse momento) considerando a tecnologia atual.

Método SMART

“R” – Relevante

Em quarto lugar, a meta deve ser relevante “R”.

Assim sendo, não é a quantidade de metas que garantirá o sucesso de um projeto, mas o fato de que a execução de cada uma delas ser essencial para conquistar o objetivo.

Desse modo, se imaginarmos o objetivo como um quebra-cabeças, cada uma das metas é comparado a uma das peças que o compõe o tabuleiro. Sendo assim, se a imagem a ser formada é a de uma praia, não faz nenhum sentido tentar encaixar uma peça que não sirva para compor essa imagem.

Portanto, a aquisição das passagens, é uma etapa crucial para realizar a viagem no nosso exemplo.

Método SMART

“T” – Baseada em Tempo

Por último, mas não menos importante, a meta deverá se basear em tempo “T”.

Isso significa que sua elaboração deverá se cumprir em um determinado prazo.

Mesmo que no nosso exemplo o objetivo seja o lazer, e que o seu chefe não vá te cobrar o cumprimento, é necessário estabelecer o prazo para o seu cumprimento, a fim de inclusive de que esta seja mensurável, como já destacamos. Portanto, é necessário desenvolver a habilidade de gerenciar o próprio tempo.

A gestão eficaz do tempo é crucial para o sucesso de no seu planejamento no âmbito pessoal e profissional. Tathiane Deândhela no livro “Faça o Tempo Trabalhar para Você” revela o passo-a-passo do método que desenvolveu para alavancar a sua carreira. Esta obra é um best seller, um verdadeiro manual de produtividade.

Note que, no nosso exemplo definiu-se o prazo para a aquisição dos bilhetes de viagem. Se isso não ocorresse, provavelmente, chegaria a data do passeio e descobriria o não cumprimento dessa importante importante etapa.

Método SMART

E o próximo passo?

Neste artigo abordamos os pontos principais para estabelecer metas SMART. Porém, o assunto não se esgota apenas com as definições apresentadas.

Em um planejamento, deve-se considerar as prioridades entre as metas, orçamento previsto, quem serão os atores envolvidos e as suas atribuições, dentre outros fatores, que ajudarão você a realizar uma jornada memorável.

Existe um segredo para te ajudar a transformar suas metas SMART em realizações:

Realize suas metas de forma mais fácil

O método SMART facilitar muito a realização de metas e alcance de objetivos. Contudo, muitas vezes as pessoas têm dificuldade para organizar as atividades necessárias para cumprir as metas.

No e-book Ferramentas da Produtividade você vai encontrar formas de acelerar a conquista das suas metas e alavancar seus resultados!

Clique no banner para fazer o download gratuito agora mesmo: