Ligue: (62) 3095-(Ver Telefone)
Ligue: (62) 3095-7171
Share on FacebookGoogle+Tweet about this on Twitter
imagem

Potencialize sua produtividade com o SCRUM

Em vários dos meus artigos já compartilhei dicas poderosas para aumentar sua produtividade. Agora é o momento de mostrar a você uma nova ferramenta para potencializar a sua produtividade e alcançar resultados extraordinários.

Porque de nada adianta ter um vasto conhecimento se você não aplicar e desenvolver os hábitos para tornar-se mais produtiva.

O método SCRUM foi criado por pessoas com foco na área de TI. Isso se deve ao fato de que a construção de um software exige um grande trabalho de equipe em torno da realização de diversas tarefas, da mais variada complexidade. Neste contexto, às vezes torna-se muito difícil lidar com a produtividade do grupo. Afinal, cada pessoa tem um ritmo próprio de trabalho.

Assim, é necessária a aplicação de um método para dividir um grande projeto em várias subpartes menores e mais simples de resolver.

Porém este método se aplica muito além da elaboração de programas computacionais. Ele pode ser utilizado em qualquer projeto de qualquer área e por qualquer pessoa.

Como utilizar o SCRUM?

Em primeiro lugar, tenha um projeto. Qualquer coisa que envolva muitas tarefas a serem executadas por um grupo de pessoas é um projeto: um casamento, uma festa de aniversário, a construção de uma casa, uma viagem…

Assim, como há várias pessoas envolvidas, cada uma tem um papel e uma missão, como por exemplo o líder do projeto. Ele é quem define o objetivo, a visão do projeto, verificando para quê ele existe e porque deve ser executado.

Em seguida, todo o time se reúne para definir tudo o que deve ser feito. Assim, é realizado o famoso brainstorming onde todos dizem o que acham que deve ser feito para que o projeto se desenvolva conforme os objetivos buscados.

Depois disso, designa-se tarefas para cada um e todos têm plena certeza do que devem fazer. E aí é que vem o pulo do gato: deve-se decidir o que é prioritário e fundamental ser feito primeiro para que o projeto tenha continuação. Essas atividades são divididas em categorias e separadas por blocos de atividades. Então elas são programadas para serem finalizadas em períodos de 2 a 4 semanas.

Uma vez definido o que deve ser feito, por quem deve ser feito e quando deve ser feito, são realizadas reuniões diárias de 15 minutos, logo no início do dia de trabalho, para que todos saibam como as coisas estão se desenvolvendo. Nela, deve-se perguntar e responder apenas 3 coisas:

  • O que eu fiz?
  • O que eu irei fazer?
  • Quais são os possíveis obstáculos a serem vencidos na execução deste projeto?

Com isso, descobre-se o que está dando certo e o que pode/deve ser modificado no projeto.

Lembrando que é de grande importância perceber que o projeto deve ser flexível para permitir mudanças e adaptações. Somente assim será possível desenvolver algo que seja realmente extraordinário.

E como você realiza seus projetos?

Ouça este podcast e compartilhe suas experiências aqui nos comentários.

 

e-book sobre saúde produtiva

Fale com consultor